09-03-2015

Um ano depois de se terem candidatado, quisemos saber o que aconteceu na vida dos finalistas do nosso Prémio em 2014.
 
Em 2014, o jovem músico André Miranda candidatou ao nosso Prémio o seu projeto, a WESO – West European Symphony Orchestra. Concorreu na categoria Música e Artes do Espetáculo, foi selecionado para a fase final do concurso e acabou por sagrar-se o grande vencedor. Se foi um ano de mudança e crescimento? Obviamente, sim. E o processo de expansão continua.
“Há um ano estava a tentar ter o meu primeiro grande cliente em Hollywood. Agora estamos a vender sessões rapidamente para vários países! E aguardamos pela confirmação de mais uma produção para Hollywood!” – é com este entusiasmo que André nos faz o balanço do que se passou desde que resolveu candidatar-se ao Prémio.
Para além das mais-valias inerentes à dinâmica interna do concurso, o criador da WESO destaca a sua participação, enquanto vencedor e representante de Portugal, na Creative Business Cup (Dinamarca). Nesta competição internacional das indústrias criativas, registou sobretudo uma “uma conversa de três minutos com uma responsável do Google Brasil”. São daquelas oportunidades que chegam sem aviso… “A senhora (já me esqueci do nome dela…) deu-me excelentes ideias que resolvi aplicar”.
O certo é que, no embalo do Prémio, “2015 vai ser um excelente ano para nós. Vamos exportar imensas gravações. Ainda estamos no início do ano e já temos mais de uma semana de gravações confirmadas e vamos ter muito mais ainda”, conta André, falando em nome de uma excelente orquestra de músicos portugueses que se propõe a produzir e gravar para o mundo inteiro.
“Estamos numa fase de aceleração rápida, bem mais acentuada do que há um ano. Estamos também a começar uma parte mais tecnológica da WESO, com o projeto Praxis, que está bem encaminhado”. Em suma, “há um ano eu estava a tentar confirmar que o que eu tinha era validado pelo mercado. Agora estou a gerir o crescimento da WESO e tentar arranjar um modelo de negócio de repetição e fácil manutenção” – conclui o nosso vencedor.
OUTRAS NOTÍCIAS
A "cultura líquida" está no Hub Criativo do Beato

A "cultura líquida"

está no Hub Criativo do B...

O Prémio vai a Copenhaga com os pés confortáveis

O Prémio vai a

Copenhaga com os pés confortáv...

Boas ideias e bons projetos vão ao Laboratório

Boas ideias e bons

projetos vão ao Laboratóri...

Bem-vindos ao mundo de Muti Randolph

Bem-vindos ao mundo

de Muti Randolph

MAIS NOTÍCIAS  1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16   17   18   19