05-07-2017

Tecnologia mobile e ambiente físico fundem-se numa experiência de descoberta do património da cidade. É outra forma de fazer turismo, com a visita a tornar-se mais completa e profunda. Esta é a proposta do Open Museum, finalista da edição deste ano do Prémio Nacional Indústrias Criativas. Como aqui explica Filipe Mesquita, a app chega ao mercado em 2018. A partir daí, horizontes largos: o objetivo é chegar aos vários continentes e formar a rede City-Museums.
 
Mostrar a coleção permanente das cidades
“O Open Museum é um conceito de Museu ao ar livre com uma coleção permanente, o próprio património da cidade. Pretende-se identificar e revelar, por meio de interação entre placas de identificação e tecnologia mobile (app + geolocalização), pontos de interesse histórico como esculturas, edifícios, jardins, monumentos e elementos essenciais para a compreensão da cultura de uma cidade.”

Melhorar a experiência de visita
“Cada cidade distingue-se pela experiência de visita que proporciona, seja pela autenticidade, história ou cultura impregnada em cada pedra que a constitui. Alguns amigos com experiências distintas de visita a diferentes cidades questionaram-se sobre algumas das questões
essenciais de uma visita: Como se pode aprofundar a experiência de visita e de que forma podemos criar uma experiência de explorar cada cidade? Como revelar os tesouros culturais e históricos escondidos nas suas ruas, praças e jardins?  Como criar valor diferencial e
qualificado para cada cidade? A partir de um conceito de visita museológica, iniciamos há cerca de um ano o desenvolvimento de uma forma distinta para que um local, visitante ou turista se relacionar com cada cidade que visita.
Open Museum é um projeto que responde a algumas questões, designadamente, como melhorar a experiência de visita a cada cidade.”
 
Em 2018 começa a rede City-Museums
“Neste momento o projeto está numa fase de finalização, estamos a testar todas as funcionalidades e interações, e por último a definir uma estratégia de implementação em diferentes continentes.
Open Museum vai ser apresentado comercialmente no início de 2018. Temos como objetivo, durante o primeiro ano, estar presentes em quatro cidades que farão parte de uma rede de City-Museums, que pretendemos ver a crescer a um ritmo constante.”
 
O Prémio e o contacto com profissionais especializados
“A experiência do programa [de imersão empreendedora, realizada no âmbito do Prémio] foi muito positiva. Além de conhecermos os outros projetos finalistas e trocarmos experiências, permitiu o contacto com profissionais especializados que nos ajudam a complementar e a validar o projeto com base em diferentes perspetivas, experiência e know-how.”

OUTRAS NOTÍCIAS
O Prémio vai a Copenhaga com os pés confortáveis

O Prémio vai a

Copenhaga com os pés confortáv...

Boas ideias e bons projetos vão ao Laboratório

Boas ideias e bons

projetos vão ao Laboratóri...

Bem-vindos ao mundo de Muti Randolph

Bem-vindos ao mundo

de Muti Randolph

DATA TAILORS. Infografias com a história toda

DATA TAILORS.

Infografias com a história toda

Duas vencedoras do Prémio candidatas aos The Europas

Duas vencedoras do

Prémio candidatas aos The ...

Lisboa celebra o empreendedorismo

Lisboa celebra o

empreendedorismo

MAIS NOTÍCIAS  1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16   17   18