13-10-2014

A intenção é clara: construir emoções, estimular ambientes. A partir daqui entram em campo a imaginação e a arte, o domínio de linguagens multidisciplinares e um desejo assumido de provocar. Manifesta-se a abertura à experiência, a saudável infração da realidade e do estabelecido, e o investimento no inesperado, com intervenções impactantes que convocam os diferentes sentidos do observador. Tudo isto é FAHR 021.3, um projeto criado por dois arquitetos, Filipa Frois Almeida e Hugo Reis, centrado no desenvolvimento de uma abordagem singular – a arquitetura comunicativa. Este é mais um dos candidatos ao nosso Prémio, naturalmente na categoria “Arquitetura e Artes Visuais”.
Surpreender na forma, no conceito e no conteúdo, através de uma nova perspetiva de comunicação, é o objetivo desta startup, que tem para apresentar um portefólio assente na diversidade e na novidade. Não há ideias repetidas, vícios de acção. Percebendo que a arquitetura é um ramo de arte e intervenção no espaço, o estúdio FAHR 021.3 tem na base do seu trabalho a linguagem e a metodologia arquitetónicas, mas faz questão de apostar no espaço improvável e em materiais desafiantes. O resultado, obviamente provocativo e surpreendente, surge nos mais variados formatos, da instalação aos site specific, da performance à intervenção artística.
Arquitetura efémera e arte urbana revelam-se como domínios privilegiados deste estúdio com um discurso disruptivo, muito bem desinstalado, que assina projetos culturais, estimulando o envolvimento e a interação com o público, e projetos corporate, imprimindo originalidade e diferenciação na comunicação de marca, conceito e imagem corporativa. Em qualquer registo, para qualquer entidade, FAHR 021.3 realiza uma abordagem emocional, propondo experiências únicas e inesquecíveis.

FAHR 021.3 EM VÍDEO
OUTRAS NOTÍCIAS
CITY CHECK. Descobrir a cidade através de jogos

CITY CHECK. Descobrir

a cidade através de jog...

WONDER COVER. Joga com amigos à volta do tablet

WONDER COVER. Joga

com amigos à volta do tabl...

SOUND PARTICLES. De Leiria para Hollywood

SOUND PARTICLES. De

Leiria para Hollywood

IGUANEYE. Afinal (não) estamos descalços

IGUANEYE. Afinal

(não) estamos descalços

Grandes ideias no pequeno ecrã

Grandes ideias no

pequeno ecrã

Sensi quer revolucionar meio musical

Sensi quer

revolucionar meio musical

Candidaturas encerradas

Candidaturas

encerradas

MAIS NOTÍCIAS  1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16   17