07-02-2018

A Contextile 2018 – Bienal de Arte Têxtil Contemporânea realiza-se em Guimarães entre 1 de setembro e 20 de outubro. Neste momento decorrem as candidaturas para participação em três expressões do evento: exposição internacional, residências artísticas e “talks”. Atenção aos prazos...

Reconhecida ao nível nacional e internacional, a Contextile revela a extraordinária fusão do têxtil com a criação artística contemporânea. Nesta quarta edição tem (In)Orgânico como conceito temático. Entre os convidados do evento estará a artista norte-americana Ann Hamilton. Mas vamos lá ver as “calls”:
 
Concurso – Exposição Internacional
 
Todos os artistas, nacionais e internacionais, podem concorrer com trabalhos à Exposição Internacional (que assume um caráter competitivo) da Contextile.
As candidaturas decorrem até 25 de fevereiro, devendo os interessados “concorrer com novas criações ou obras recentes”. São aceites “todas as expressões artísticas nas disciplinas das artes visuais”. Naturalmente, as obras “terão que ser em torno do elemento têxtil, pelo conceito, tema, construção, técnica ou material. Deverão ser obras de elevada criatividade, originalidade e competência técnica” – salienta a organização.
A exposição será constituída por 50 obras de 50 artistas, escolhidas por um júri internacional. No seu âmbito, serão atribuídos vários prémios e menções honrosas.
O júri poderá ainda selecionar um dos artistas participantes “para desenvolver uma intervenção artística noutro lugar da cidade (ou localização) externo ao espaço de acolhimento da exposição competitiva”.
 
Open call – Residências Artísticas
 
No âmbito da sua programação, a Contextile terá duas residências artísticas, entre 15 de Junho e 28 de Julho, em Guimarães.
Os artistas interessados têm até 12 de fevereiro para apresentarem uma proposta de projeto artístico a ser desenvolvido e produzido numa destas residências.
As residências a ser realizadas utilizarão uma das seguintes técnicas de suporte à criação: Jacquard e/ou Estampagem e Bordado de Guimarães.
As propostas deverão ter como referência o conceito (In)Orgânico, podendo enquadrar-se nas categorias de objeto, instalação, intervenção em espaço público ou o desenvolvimento de um projecto colaborativo com a comunidade de Guimarães.


Apresentações – TextilTALK
 
TextilTALK é um programa de conversas que se realiza ao longo de dois dias, logo após a inauguração da Bienal.
Os artistas e interessados na área têm a oportunidade de apresentarem a sua produção artística ou o seu trabalho de investigação neste espaço de partilha de ideias e experiências, concorrendo com as suas propostas para as “Speed Talks”.
“O papel e a importância da arte têxtil contemporânea nas diversas formas de expressão e representação artística, bem como a sua importância na interação e cooperação entre territórios, estará de novo presente na proposta deste encontro”, salienta a organização da Contextile.
As candidaturas para as “Speed Talks” decorrem até 18 de março.
OUTRAS NOTÍCIAS
Levamos a Copenhaga dois grandes projetos nacionais

Levamos a Copenhaga

dois grandes projetos nac...

Esta poltrona está nos palcos mundiais da inovação

Esta poltrona está

nos palcos mundiais da ino...

BBC mostra ao mundo a Casa em Movimento

BBC mostra ao mundo a

Casa em Movimento

Art Therapy da Lumicroma premiada

Art Therapy da

Lumicroma premiada

Reutilizar e poupar com Book in Loop

Reutilizar e poupar

com Book in Loop

Como conservar e restaurar murais públicos?

Como conservar e

restaurar murais públicos?

Este festival dava um filme - e vai dar

Este festival dava um

filme - e vai dar

Há uma nova plataforma de apoio à arte pública

Há uma nova

plataforma de apoio à arte públic...

MAIS NOTÍCIAS  1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16   17   18   19   20   21   22