20-10-2014

A última edição do Festival Internacional de Marionetas do Porto (FIMP), que acaba de completar 25 anos, ficou marcada pelo lançamento da Bolsa Isabel Alves Costa, uma iniciativa realizada em parceria com o Teatro Municipal do Porto - Rivoli e Campo Alegre, que acaba de iniciar um novo ciclo, e as Comédias do Minho (CdM), a celebrar uma década de vida. Juntam-se, deste modo, três estruturas culturais de referência que tiveram em Isabel Alves Costa, desaparecida em 2009, uma diretora artística e mentora de referência.
A nova bolsa destina-se a apoiar, até 20 mil euros, uma nova criação no domínio das artes performativas, “a ser trabalhada em residência e que possa circular pelos dois territórios de ação das CdM e do FIMP”, ou seja, Vale do Minho e Porto. De acordo com a organização, “a proposta final será apresentada em coprodução com o Teatro Municipal do Porto”.
O período de admissão de propostas está já a decorrer, encerrando no dia 8 de dezembro. Como pode ler-se na apresentação da iniciativa, “serão privilegiados projetos em que a liberdade de criação e inovação, o cruzamento de linguagens e o pensamento estruturado, sejam claros eixos de trabalho e exercício artístico, celebrando o legado de uma das mais notáveis programadoras e diretoras artísticas de sempre em Portugal”.
O projeto vencedor será implementado em 2015.

SABER MAIS
 
(A ilustrar este texto, espetáculo apresentado no FIMP 2014: “A Cauda do Senhor Kat", pelos MECANIkA – foto DR, retirada da página oficial do Festival no Facebook)
OUTRAS NOTÍCIAS
MAIS NOTÍCIAS  1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16