05-03-2015

Um ano depois de se terem candidatado, quisemos saber o que aconteceu na vida dos finalistas do nosso Prémio em 2014.
 
“Participar nas Indústrias Criativas mudou o posicionamento das promotoras [da Beesweet] quase que da água para o vinho… Não no sentido de saber o que somos e onde queremos estar, mas sim no sentido de saber dar o primeiro passo.
Aprendemos com os mentores e formadores do PNIC que devemos dar mais valor à ação/ teste / colocação no mercado do que à concretização de todos os pormenores do "produto" antes de o colocar no mercado. A nossa preocupação pela perfeição estava a criar uma barreira nas nossas mentes e não nos deixava avançar.
Aprendemos o Princípio de Pareto: ele diz que quase sempre 20% das nossas ações levam a 80% dos nossos resultados. Aprendemos que era chegada a hora de lançarmos o produto no mercado o quanto antes, mesmo ainda não tendo a nossa embalagem de design exclusivo – a Gota. E foi o que fizemos assim que terminou o programa de imersão na Foz [workshop para finalistas do Prémio]! O resultado foi, no mínimo, encorajador! E o feedback dos consumidores deu-nos o sinal verde que tanto ansiávamos.
Este nosso percurso tem sido estimulante e crescente. A Beesweet já se encontra disponível em locais segmentados (gourmet/ premium/ mercearia fina e hotelaria & restauração de luxo). O objetivo é continuar a alargar o leque de lojas e abordar o mercado externo, principalmente o Norte da Europa e Médio Oriente.
Continuamos a manter a corrente com mentores, formadores e algumas empresas de forma a darmos continuidade à nossa aprendizagem. Obviamente, volta e meia falhamos nas nossas escolhas... Mas isso faz parte do processo, é assim que aprendemos ainda mais!
As parcerias criadas com algumas das melhores empresas existentes no mercado também nos ajudam a entender este novo e grande mundo dos negócios.
Conseguimos o reconhecimento por parte do MIES (Mapa de Inovação e Empreendedorismo Social) relativo ao nosso tão apreciado e raro Beeblue by Beesweet (mel de mirtilo de Sever do Vouga). E lançámos um novo sabor mel, na tão esperada embalagem de design exclusivo em forma de fota: o Mel N.º 66 Beelove (sabor chocolate) by Beesweet.
Queremos continuar a adoçar com muito mel Beesweet, Portugal inteiro e o Mundo! Vamos a isto?”
 
Testemunho de Ana Pais, cocriadora e CEO da Beesweet, projeto finalista do Prémio 2014 (menção honrosa na categoria Turismo e Património).
LÊ ARTIGO SOBRE A BEESWEET NO NOSSO SITE
OUTRAS NOTÍCIAS
MAIS NOTÍCIAS  1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16